English   español  
Por favor, use este identificador para citar o enlazar a este item: http://hdl.handle.net/10261/45030
Título

Isotopic composition of maize as related to N-fertilization and irrigation in the Mediterranean region

Otros títulosComposição isotópica do milho relacionada à fertilização nitrogenada e método de irrigação na região do Mediterrâneo
AutorLasa, Berta; Irañeta, Iosu; Muro, Julio; Irigoyen, Ignacio; Aparicio-Tejo, Pedro María
Palabras claveZea mays L.
Furrow irrigation
Nitrogen
Sprinkler irrigation
Irrigação por sulco
Nitrogênio
Irrigação por aspersão
Fecha de publicaciónmar-2011
EditorEscola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (São Paulo)
CitaciónScientia Agricola 68(2): 182-190 (2011)
Resumen[EN] Nitrate leaching as a result of excessive application of N-fertilizers and water use is a major problem of vulnerable regions. The farming of maize requires high N fertilization and water inputs in Spain. Isotopic techniques may provide information on the processes involved in the N and C cycles in farmed areas. The aim of this work was studying the impact of sprinkler and furrow irrigation and N input on maize (Zea mays L.) yields, and whether isotopic composition can be used as indicator of best farming practices. Trials were set up in Tudela (Spain) with three rates of N fertilization (0, 240 and 320 kg urea-N ha–1) and two irrigation systems (furrow and sprinkler). Yield, nitrogen content, irrigation parameters, N fate and C and N isotope composition were determined. The rate of N fertilization required to obtain the same yield is considerably higher under furrow irrigation, since the crop has less N at its disposal in furrow irrigation as a result of higher loss of nitrogen by NO3–-N leaching and denitrification. A lower δ13C in plants under furrow irrigation was recorded. The δ15N value of plant increased with the application rate of N under furrow irrigation.
[PT] A lixiviação de nitratos resultante da aplicação excessiva de fertilizantes nitrogenados e o uso excessivo de água são problemas sérios em regiões vulneráveis. A cultura do milho(Zea mays L.) na Espanha exige altos níveis de fertilização nitrogenada e irrigação. Técnicas isotópicas podem prover informações sobre os processos envolvidos nos ciclos do N e do C em área agrícolas. Avaliou-se o impacto da irrigação por aspersão ou sulco e adição de N na produtividade do milho e se a composição isotópica pode ser usada como indicador de melhores práticas de manejo da produção agrícola. Os ensaios foram realizados em Tudela, Espanha, utilizando três níveis de fertilização nitrogenada (0, 240 e 320 kg ureia-N ha–1) e dois sistemas de irrigação (sulco e aspersão). Foram determinados produtividade, teor de nitrogênio, parâmetros de irrigação, fixação de N e C e composição isotópica dos grãos. Os níveis de N exigidos para obtenção de produtividades idênticas são maiores sob a irrigação em sulcos, uma vez que nestas condições as perdas de nitrogênio pela lixiviação de NO3 --N e denitrificação são maiores e, consequentemente, a disponibilidade de N é menor. Foi registrado menor δ13C nas plantas irrigadas por sulcos. Os valores do δ15N nas plantas irrigadas por sulcos aumentaram com os níveis de fertilização nitrogenada.
Descripción9 p., il., bibliografía
Versión del editorhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162011000200008
URIhttp://hdl.handle.net/10261/45030
DOI10.1590/S0103-90162011000200008
ISSN0103-9016
E-ISSN1678-992X
Aparece en las colecciones: (IDAB) Artículos
Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
isotopic composition.pdf276,71 kBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir
Mostrar el registro completo
 

Artículos relacionados:


NOTA: Los ítems de Digital.CSIC están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.