English   español  
Por favor, use este identificador para citar o enlazar a este item: http://hdl.handle.net/10261/17953
Compartir / Impacto:
Estadísticas
Add this article to your Mendeley library MendeleyBASE
Visualizar otros formatos: MARC | Dublin Core | RDF | ORE | MODS | METS | DIDL
Título

Economic evaluation of cereal cropping systems under semiarid conditions: minimum input, organic and conventional

Otros títulosAvaliação econômica de sistemas de cultivo de cereias em condições semiáridas: cultivo mínimo, orgânico e convencional
AutorPardo, Gabriel; Aibar, Joaquín; Cavero Campo, José ; Zaragoza Larios, Carlos
Palabras claveprofitability
organic agriculture
crop rotation
lucratividade
agricultura orgânica
rotação de culturas
Fecha de publicaciónsep-2009
EditorEscola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (São Paulo)
CitaciónSci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2009, vol.66, n.5, pp. 615-621 .
Resumen[EN] Cropping systems like organic farming, selling products at a higher price and promoting environmental sustainability by reducing fertilizer and pesticides, can be more profitable than conventional systems. An economic evaluation of three cropping systems in a seven year period experiment was performed, using a common rotation (fallow-barley-vetch-durum wheat) in a semi-arid rainfed field of Spain. The minimum input system included mouldboard ploughing, cultivator preparation, sowing and harvest. The conventional system involved mineral fertilizer and herbicide treatments, while the organic system involved composted manure and mechanical weed control. The resulting economic margins were highest with the minimum input system, followed by the organic and conventional systems. If the cereal grain from the minimum input system was sold at a higher price on the organic market, this system was the most profitable. Without the price difference, the organic system was as profitable as the conventional one.
[POR] Sistemas de cultivo como agricultura orgânica, cujos produtos têm custo mais alto, mas que promova sustentabilidade ambiental pela redução do uso de fertilizantes e pesticidas, pode ser mais lucrativo do que sistemas convencionais de cultivo. Efetuou-se uma avaliação econômica de três sistemas de cultivo num período experimental de sete anos, utilizando um sistema comum de rotação (pousio-cevada-ervilhaca-trigo duro), sem irrigação, em um local semi-árido da Espanha. O sistema de cultivo mínimo incluía aração com aiveca, preparo com cultivador, semeadura e colheita. O sistema convencional envolvia tratamentos com herbicidas e fertilizantes minerais, enquanto o sistema orgânico envolvia adubação com composto e controle mecânico de ervas invasoras. O sistema com maior retorno econômico foi o de cultivo mínimo, seguido do orgânico e do convencional. O sistema de cultivo mínimo foi o mais lucrativo quando o cereal foi vendido num preço mais alto no mercado orgânico. Sem essa diferença de preços os sistemas apresentaram lucratividades semelhantes.
DescripciónAvailable in Scielo Brazil: http://www.scielo.br/sa
Versión del editorhttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162009000500005&lng=en&nrm=iso&tlng=en
URIhttp://hdl.handle.net/10261/17953
DOI10.1590/S0103-90162009000500005
ISSN0103-9016 printed version
1678-992X online version
Aparece en las colecciones: (EEAD) Artículos
Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
CaveroJ_ScientiaAgric_2009.pdf106,18 kBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir
Mostrar el registro completo
 


NOTA: Los ítems de Digital.CSIC están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.