English   español  
Por favor, use este identificador para citar o enlazar a este item: http://hdl.handle.net/10261/155452
Compartir / Impacto:
Estadísticas
Add this article to your Mendeley library MendeleyBASE
Visualizar otros formatos: MARC | Dublin Core | RDF | ORE | MODS | METS | DIDL
Título

A reforma da PAC para o período 2014-2020: Uma aposta no desenvolvimento territorial

AutorMoyano Estrada, E; Ortega, A. C.
Palabras clavedesenvolvimento rural
agricultura europeia
Reforma da PAC
desenvolvimento territorial.
Fecha de publicación2014
EditorSociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
CitaciónRevista de Economia e Sociologia Rural 52: 687- 704 (2014)
ResumenEste artigo visa analisar as principais mudanças introduzidas pela Reforma da Política Agrária Comum (PAC) da União Europeia, aprovada no final de 2013, pelo Parlamento Europeu, para o período de 2014 a 2020. De acordo com o texto aprovado, a PAC terá um orçamento menor que o dos sete anos anteriores e três países a mais (agora, depois do ingresso da Bulgária, Romênia e Croácia, são 28 países membros). Ademais, de um orçamento 12% menor em valores nominais, há que se observar uma mudança significativa na orientação geral da política: de uma prioridade setorial para a territorial. Na verdade, nossa hipótese é de que estamos diante de uma reforma que representa um trânsito do protagonismo de uma política de tipo setorial, dirigida à gestão da dimensão produtiva do setor agrário com as ajudas diretas, para a qual se dirigem as críticas mais contundentes, a uma outra, territorial, orientada à gestão de territórios rurais, que busca viabilizar processos de desenvolvimento rural e remunerar os agricultores pela produção de bens públicos. Portanto, além de avaliar a importância para a Europa em ter uma PAC, ainda que não satisfaça mais a maioria dos agricultores, mas que atenda, em parte, às demandas de outros segmentos sociais, e mesmo da pressão internacional, pretende-se analisar os elementos da reforma numa perspectiva que vai além dos aspectos pontuais, ou seja, pretende-se traçar as linhas por onde se produz o trânsito de um política menos orientada ao setor e mais orientada ao território
URIhttp://hdl.handle.net/10261/155452
DOInull
Identificadoresdoi: null
issn: 0103-2003
Aparece en las colecciones: (IESA) Artículos
Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
A Reforma da PAC para o Período 2014-2020.pdf713,63 kBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir
Mostrar el registro completo
 


NOTA: Los ítems de Digital.CSIC están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.