English   español  
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10261/147213
Share/Impact:
Statistics
logo share SHARE   Add this article to your Mendeley library MendeleyBASE
Visualizar otros formatos: MARC | Dublin Core | RDF | ORE | MODS | METS | DIDL
Exportar a otros formatos:

Title

Ecological interactions and species coexistence in iberian mesocarnivore communities

AuthorsMonterroso, Pedro S.
AdvisorAlves, Paulo C.; Ferreras, Pablo
KeywordsMesocarnívoros
Sudoeste Europeu
Amostragens não-invasivas
Identificação genética não invasiva
Armadilhagem fotográfica
Competição
Interações interespecífica
Coexistência
Coexistence
Non-invasive genetic species identification
Competition
Interspecific interactions
Mesocarnivores
SW Europe
Non-invasive sampling
Camera trapping
Issue Date2013
PublisherUniversidade do Porto
Abstract[EN]: In predator communities, mesopredator biomass typically exceeds that of apex predators. Consequently, the energetic requirements of mesocarnivores (as a community) suggest that their impact on lower trophic levels should be significant. Several cases of ecosystem disruptions have been described as a result of changes in predator communities (e.g. irruptions of prey species released from top-down regulation, or over-suppression of prey via a predator-pit effect). However, the structure of mesocarnivore communities is complex, and results from a multidimensional web of interactions with several trophic levels, upheld through top-down and bottom-up effects, intraguild interactions and habitat quality. Therefore, understanding the factors that act together in structuring such systems is crucial for adequate planning and management of conservation policies. The ecological and behavioral traits of carnivores deem them particularly difficult to study. Additionally, community-wide or multiple species research studies are particularly difficult to implement. Yet, non-invasive techniques have become commoner and technological advances, namely in the field of molecular genetics, have made for such studies more accessible. In this research we aimed to address two fundamental questions: to assess the reliability and improve current sampling methods for ecological studies of mesocarnivores in Southwestern Europe; and to evaluate the strategies used by mesocarnivores that facilitate their coexistence in SW European communities../..
[PO]: Em comunidades de predadores, a biomassa dos mesopredadores excede a dos predadores de topo. Consequentemente, os requisitos energéticos dos mesocarnívoros (como comunidade) sugerem que o seu impacto sobre os níveis tróficos inferiores são significativos. Vários casos de desregulação nos ecossistemas têm sido descritos como resultado de alterações nas comunidades de mesocarnívoros (e.g. a explosão demográfica de espécies presa após a supressão da predação, ou imposição de um efeito de poço de predação imposto por predadores em espécies presa). No entanto, a estrutura das comunidades de mesocarnívoros é complexa e resulta de uma teia multidimensional de interações entre os diferentes níveis tróficos existentes, através de efeitos de regulação superior e inferior, interações com espécies do mesmo nível trófico ou qualidade do habitat. Assim, a compreensão dos factores que atuam para estruturar estes sistemas revela-se fundamental para uma adequada gestão e planeamento de ações de conservação. As características ecológicas e comportamentais dos mesocarnívoros fazem com que estas espécies sejam particularmente difíceis de estudar. Por outro lado, estudos sobre comunidades ou sobre múltiplas espécies em simultâneo revelam-se especialmente difíceis de implementar. No entanto, os progressos recentes em técnicas não-invasivas têm promovido a sua implementação, tornando-as mais comuns no estudo de mamíferos carnívoros terrestres. Adicionalmente, desenvolvimentos nas tecnologias associadas a estas amostragens, nomeadamente ao nível dos métodos moleculares, têm permitido uma maior acessibilidade a este tipo de aproximações. Na presente dissertação são focadas duas questões fundamentais: a avaliação da adequabilidade e desenvolvimento de metodologias não-invasivas para o estudo de mesocarnívoros e a investigação das estratégias utilizadas pelos mesocarnívoros presentes nas comunidades terrestres que permitem a sua coexistência no Sudoeste (SW) da Europa../..
DescriptionPrograma Doutoral em Biodiversidade, Genética e Evolução Departamento de Biologia-Universidade do Porto.
URIhttp://hdl.handle.net/10261/147213
Appears in Collections:(IREC) Tesis
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
iberiamesocarne.pdf52,08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Show full item record
Review this work
 


WARNING: Items in Digital.CSIC are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.