English   español  
Por favor, use este identificador para citar o enlazar a este item: http://hdl.handle.net/10261/134670
COMPARTIR / IMPACTO:
Estadísticas
logo share SHARE logo core CORE   Add this article to your Mendeley library MendeleyBASE

Visualizar otros formatos: MARC | Dublin Core | RDF | ORE | MODS | METS | DIDL
Exportar a otros formatos:
Título

Holocene Vegetation and Climate inferences from Phytoliths and Pollen from Lagoa do Macuco, North Coast of Espírito Santo State (Brazil)

Otros títulosInferências sobre Vegetação e Clima no Holoceno a partir de Fitólitos e Pólen da Lagoa do Macuco, Litoral Norte do Estado do Espírito Santo (Brasil)
AutorCalegari, Marcia R.; Madella, Marco ; Buso Junior, Antônio A.; Osterrieth, M.; Lorente, Flávio L.; Pessenda, L. C. R.
Palabras claveHoloceno
Vegetação
Índices fitolíticos
Pólen
Opala biogênica
Biogenic opal
Pollen, Phytoliths índices
Vegetation
Holocene
Fecha de publicación2015
EditorAssociação Brasileira de Estudos do Quaternário
CitaciónQuaternary and Environmental Geosciences 6 (1) : 41-50 (2015)
Resumen[EN] An interproxy approach focused on phytoliths and pollen, including radiocarbon dating and sediment particle-size analyses, has been carried out at Lagoa do Macuco, Linhares municipality, Espírito Santo State, Brazil. Three pollen zones were identified: the first one (MAC-C I) indicates the presence of mangrove vegetation between 7700 cal yr BP and 4396 cal yr BP; the second one a displacement of the vegetation from the lower areas to the more elevated margins of the valley (MAC-C II, from between 4396 to 1287 cal. yr BP) and third one (MAC-C III), representing the period of the current lake evolution, between 1287 cal. yr BP and the present day. The displacement of the mangrove seems to be connected to the landward migration of the palaeo-estuary and the flooding of the lower parts of the valley, reflecting the relative sea-level highstand, which occurred after 7000 cal yr BP. The phytolith analysis indicated four main zone. The phytolith zone I (7700-7100 cal yr BP) did not show the presence of phytoliths. The phytoliths zone II (7100-3400 cal yr BP) indicates the presence of an open vegetation predominantly of grasses while phytolith zone III (3400-400 cal yr BP) shows a phase with more forested vegetation. Finally, the phytolith zone IV (400 cal yr BP to modern) has a decrease in tree cover and the setting of vegetation with a strong grasses component. Phytoliths indices indicate trends of humidity and temperature at a more local scale, allowing understanding the environmental conditions during the formation of the current lake.
[PT] Uma abordagem interproxy focada na análise de fitólitos e de grãos de pólen, também incluindo datação 14C e análise granulométrica de sedimentos, foi aplicada ao estudo da Lagoa do Macuco, em Linhares no Estado do Espírito Santo. Foram identificadas três zonas polínicas definidas com base nas mudanças do registro polínico, a primeira (MAC-C I) indicando a presença de uma vegetação de mangue entre 7700 anos cal AP e 4396 anos cal AP, a segunda (MAC-C II) que representa o deslocamento da vegetação das áreas mais baixas para as partes marginais mais elevadas do vale (4396 anos cal AP - 1287 anos cal AP) e a terceira (MAC-C III) que representa o período da instalação do atual lago, entre 1287 anos cal AP e os dias atuais. O deslocamento do mangue parece estar conectado a migração em direção ao paleo-estuário e o alagamento das partes baixas do vale, refletindo a elevação do nível relativo do mar depois de 7000 cal anos AP. A análise fitolítica indicou quatro zonas principais. A zona fitolítica I (7700-7100 anos cal AP), não apresentou fitólitos. A zona fitolítica II (7100-3400 anos cal AP) indica a presença de uma vegetação predominantemente composta por gramíneas, enquanto a zona fitolítica III (3400-400 anos cal AP) mostrou uma fase com uma vegetação mais florestada. Finalmente, a zona fitolítica IV, (400 anos cal AP até os dias atuais) apresentou decréscimo da cobertura arbórea e uma estrutura de vegetação com forte presença de gramíneas em sua composição. Os índices fitolíticos indicaram tendência de umidade e temperatura em escala local permitindo a compreensão das condições ambientais durante a formação do lago atual.
Versión del editorhttp://revistas.ufpr.br/abequa/article/view/36426
http://dx.doi.org/10.5380/abequa.v6i1.36426
URIhttp://hdl.handle.net/10261/134670
DOI10.5380/abequa.v6i1.36426
Identificadoresissn: 2176-6142
DOI: 10.5380/abequa.v6i1.36426
Aparece en las colecciones: (IMF) Artículos
Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
madella-2015-Holocene Vegetation and Climate inferences.pdf874,7 kBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir
Mostrar el registro completo
 


NOTA: Los ítems de Digital.CSIC están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.