English   español  
Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10261/100056
Share/Impact:
Statistics
logo share SHARE   Add this article to your Mendeley library MendeleyBASE
Visualizar otros formatos: MARC | Dublin Core | RDF | ORE | MODS | METS | DIDL
Exportar a otros formatos:
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorLima, Marta R. M.-
dc.contributor.authorRamos, Miguel-
dc.contributor.authorSampedro Pérez, Luis-
dc.contributor.authorMoreira Tomé, Xoaquín-
dc.contributor.authorZas Arregui, Rafael-
dc.contributor.authorVasconcelos, Marta W.-
dc.contributor.editorSociedad Española de Ciencias Forestales-
dc.date.accessioned2014-07-17T08:28:15Z-
dc.date.available2014-07-17T08:28:15Z-
dc.date.issued2011-09-
dc.identifier.citationResúmenes II Reunión Científica de Sanidad Forestal (2011): 57.-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10261/100056-
dc.descriptionPóster presentado en la Reunión celebrada en Plasencia (España) los días 21 y 22 de septiembre de 2011.-
dc.description.abstractA doença da murchidão do pinheiro é uma doença grave que afecta florestas de coníferas com uma elevada taxa de mortalidade. É causada pelo nemátode Bursaphelenchus xylophilus, conhecido como nemátode da madeira do pinheiro (NMP). Este organismo é originário da América do Norte, onde não está associado a uma elevada prevalência da doença. O NMP foi introduzido no Japão no início do século XX, propagando-se depois para a China, Ilha Formosa e Coreia, e demonstrou ser devastador para as espécies de coníferas autóctones do Extremo Oriente. Em 1999 o NMP foi detectado na Europa, em Portugal, mas apesar dos esforços para conter a doença, esta disseminou-se por todo o território de Portugal continental e, em 2008, registou-se um caso da doença em Espanha. Dado a introdução recente desta peste na Europa, é da mais alta importância identificar quais as espécies florestais autóctones de maior susceptibilidade e quais as tolerantes/resistentes. Tal informação é importante para o planeamento/gestão das florestas, e também para o estudo da doença, sugerindo mecanismos de susceptibilidade/resistência. Neste trabalho optimizou-se um teste de susceptibilidade para utilização num grande número de amostras. O teste baseia-se na capacidade de nemátodes virulentos atravessarem secções de 5 cm de ramos jovens, com cerca de 2 cm de diâmetro. O processo de optimização passou pela forja de recipientes de dimensões adequadas, criação de um modo de sustentar os ramos em posição vertical, optimização do volume de água onde a base do ramo fica mergulhada e criação de um modo de evitar a desidratação do topo do ramo após inoculação. O crescimento dos nemátodes em laboratório também passou por um scale-up para obtenção de nemátodes em grande quantidade, passando do crescimento em tubos de ensaio para sacos. O teste foi optimizado usando ramos de Pinus pinaster, mas pode ser adaptado a outras espécies.-
dc.rightsopenAccess-
dc.titleTeste de susceptibilidade ao nemátode da madeira do pinheiro (Bursaphelenchus xylophilus) - Optimização para utilização em larga escala-
dc.typecomunicación de congreso-
dc.date.updated2014-07-17T08:28:15Z-
dc.description.versionPeer Reviewed-
dc.language.rfc3066por-
Appears in Collections:(MBG) Comunicaciones congresos
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lima_Teste_susceptibilidade...pdfComunicación71,73 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Show simple item record
 


WARNING: Items in Digital.CSIC are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.